quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Você é de Deus Jo 10: 27, 28

As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; ninguém poderá arrebatá-las da minha mão.



Temos uma ligação sobrenatural com Deus, sim, ouvimos a sua voz, mesmo que em nossos corações, você já parou para pensar que Deus tem nos observado a todo tempo? Que por mais que sejamos falhos e pecadores Ele nos ama, sim, Ele nos conhece, conhece nossas falhas e indagações, e mesmo assim, apesar de nós, nos ama.
      Quando você é de Deus, ninguém pode tirar você Dele, nem a dor, nem a doença ou as dificuldades, nem mesmo a morte, somos propriedade de Deus, e Ele cuida de nós; na verdade a única pessoa que pode nos afastar de Deus somos nós mesmos, mas, por mais que você se afaste de Deus, Ele não desiste de você. É impressionante o amor de Deus, este amor independe de nós, de nossos atos ou situação, Deus é um Pai amoroso que nunca vai desistir de nós.
      É maravilhoso ver que mesmo nas dificuldades Ele sempre nos ampara, quantas vezes achamos que era o fim, e Ele virou o jogo a nosso favor? Em breve Jesus estará de volta, e nos buscará, sim, ajuntará todo o seu rebanho, para Ele não há pequeno ou grande, pobre ou rico, feio ou bonito, gordo ou magro, doente ou são, apenas filhos amados e só. Como somos agraciados.
      Se você é desprezado por todos, saiba que por Deus não! Ele nunca vai diminuir você, para Ele você sempre será o melhor; este é um amor sobrenatural, não pode ser compreendido pela breve mente humana, o amor de Deus nos resgatou das trevas e nos trouxe para luz, nos tirou da incerteza e nos levará para o céu.
      Eu escrevi estas palavras hoje, só para te dizer o quanto Deus te ama, e o quanto você é especial, e que por mais que o mundo tente te diminuir, para Deus você sempre será uma bênção; assim deixe de ficar triste, deixe os tolos acharem o que quiserem de você, isso não importa, o que de fato importa é o que Deus acha de você, e foi por você que Ele entregou seu Filho em sacrifício na cruz. É amigo, você é de Deus.

Pr Adriano Cunha

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

O que importa é temer a Deus Ec 12: 13, 14.

De tudo o que se tem ouvido, a conclusão é: Temer a Deus, e guarda os seus mandamentos, pois isto é todo o dever do homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda obra, inclusive tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.



A igreja hodierna em sua maioria, tem vivido um retrocesso espiritual, de volta as fábulas, vive crendices tão obscuras quanto as dá idade média, isso se dá pela falta de temor a Deus por parte de muitos ministros, que militam tão somente ao seu próprio favor, estes de fato são ateus, e usam os crentes como gado; vivem criando campanhas fabulosas e fádicas, com o intuito de enganar as pessoas, e fazer delas um meio de lucro.
      Os membros destas igrejas, não são ensinados a temer a Deus, e sim a seguirem incontestavelmente seus mestres, já que o Mestre destas igrejas não é Cristo. Estes são dias maus, pois o crescimento destas igrejas é rápido e explosivo, o motivo para isto é que, estas igrejas satisfazem as vaidades de seus membros, mesmo operando sinais e prodígios de mentira; fato é que as pessoas não querem a Deus, elas querem bens materiais e realizações pessoais.
      Quem realmente ama e teme a Deus, busca guardar os seus mandamentos; pois viver uma vida de acordo com a vontade de Deus é o que importa, e a única maneira de fazer isto é de acordo com as escrituras, quem não tem a palavra de Deus como pilar de sua vida, tem vivido uma mentira, e está fadado a perdição!
      A grande verdade é que Deus há de trazer juízo sobre toda terra, e não haverá nada encoberto diante dele, seja bom, seja mau, não pense que alguém que tem a bíblia em suas mãos e vive uma vida de erros será dado por inocente; se você tem uma bíblia em suas mãos leia, e se tem vivido uma mentira, mude a sua vida; se tem participado de uma igreja fabulosa saia dela, e busque uma igreja séria. Acorde enquanto há tempo, Jesus está voltando.

Pr Adriano Cunha

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Acautelai-vos Fp 03: 02, 03

Acautelai-vos dos cães, acautelai-vos dos maus obreiros, acautelai-vos da falsa circuncisão. Pois a circuncisão somos nós, que servimos a Deus em Espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne.



Hoje o número dos cães e maus obreiros está assustador, pessoas que fazem da fé, um meio para aprisionar o seu semelhante, criando ritos, amuletos e ressuscitando rudimentos, para deixar o povo cativo; amados, não há método ou amuleto ou rito que façam você conquistar algo de Deus, estas coisas são ferramentas usadas para iludir aos faltos de conhecimento, se você quer algo de Deus, deve adorá-lo em espírito e em verdade, buscar a sua face, e fazer a sua vontade. Como faço a vontade de Deus? Seguindo os seus mandamentos.
      Há líderes falastrões, jactanciosos e hipócritas, que levam o povo a ser dependente deles; estes não se gloriam em Deus, mas em si mesmos, eles levam as pessoas a adorá-los, tomam o lugar de Deus na vida das pessoas, fazendo do povo de Deus algo particular, na verdade, apenas um meio para viverem como um reis, estes não trabalham em prol do reino de Deus, mas, do seu próprio reino pessoal.
      Aqueles que confiam na carne, estão fadados ao fracasso, pois a carne é falha, ela está sujeita ao pecado. Muitas pessoas confiam mais em seus líderes do que em Deus, para elas, Deus se sujeita a vontade destes Homens, estas pessoas na verdade, vêem nestes líderes a própria divindade o deus delas é o Homem.
      A mídia é a grande ferramenta destes líderes, todos os dias eles despejam toneladas de mentiras sobre seus fiéis, estes passam a ser dependentes de seus líderes fraudulentos como a uma droga, são instruídos a rejeitarem qualquer tipo de crítica contra eles, se afastando dos familiares e amigos, passam a ser pessoais deprimidas e frágeis, são verdadeiros zumbis espirituais.
      Amados, não se deixem levar pelo espetáculo destes maus obreiros, estes são apenas atores, são cães caçando vítimas; lembrem-se, os milagres, são consequências da fé, e o maior deles é o Homem ser salvo e herdar o reino dos céus.
      Assim amados, guardem sempre a palavra de Deus em suas mentes e em seus corações, pois tudo o que for contrário as escrituras não vem de Deus, nada substitui a bíblia, se você tem vivido uma mentira até então, fuja dela, pois Jesus está voltando.

Pr Adriano Cunha


quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Viver em santidade 1 Pe 01: 15, 16.

Mas como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento, pois está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.



 Parece utopia viver em santidade neste mundo pervertido, para onde quer que olhemos, vemos algum tipo de investimento de Satanás contra as nossas vidas, seja: Prostituição, pornografia, violência, oportunidades ilícitas, corrupção e várias outras coisas torpes; mas, como está escrito: Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas já passaram , tudo se fez novo. 2 Co 05: 17; nossos valores são mudados quando passamos a viver uma nova vida em Cristo, claro que somos carne, e passíveis de tentação, pois não somos perfeitos, porém, quando estamos em Cristo, passamos a contar com a ação do Espírito Santo, pois este passa a fazer morada em nós (1 Co 03: 16), na luta contra o pecado e a tentação, você nunca está só, pode contar com a ajuda do Espírito Santo a todo tempo, não tenha receio em invocar o seu nome no momento da tentação.
      A palavra santo significa separado, ou seja, o fato de você ser separado, não significa que você seja perfeito, santo e perfeito são coisas diferentes, alguém que é santo pode errar, sim, mas, o erro ou pecado na vida do santo é ou deve ser um acidente de percurso, e não uma prática de vida, assim não deixe o diabo te acusar por conta dos seus erros, pois você só será derrotado quando desistir, se por algum motivo você caiu, não fique prostrado, se levante, se arrependa do mal, e busque não cometer mais o mesmo erro (Pv 24: 16).
      A santidade é um processo constante e interminável (2 Co 03: 18), somos transformados a todo tempo, dia após dia, de glória em glória. Mas, como viver em santidade? Buscando a graça de Cristo sobre nossas vidas todos os dias, viver uma vida de oração e leitura da palavra, e sendo imitadores de Cristo (1 Co 11: 01), como os crentes de outrora o foram, vivendo uma vida de abnegação e fé.
      Ser santo por que Deus é santo, é diferente de ser santo como Deus é santo, ou seja, você nunca será como Deus, mas, em comparação com Lúcifer e este mundo vil, você será santo, será sal, será luz (Mt 05: 13-16), e por ser, sal e luz para este mundo, deve viver em santidade, separado, afastado da corrupção deste mundo e atender a todos que necessitem (Tg 01: 27). Amados irmãos e santos de Deus, eu vos saúdo, amém.

Pr Adriano Cunha 

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Sabedoria com os que estão de fora CL 04: 05, 06.

Andai em sabedoria para com os que estão de fora, aproveitando bem cada oportunidade. A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como deveis responder a cada um.


Em meio a tantos escândalos e intrigas causados por falsos Pastores e falsos mestres, e que são atribuídos erroneamente a igreja como um todo, nós devemos policiar mais e mais nossas palavras; pois para salvar uma alma, há toda uma dificuldade, mas para escandalizar alguém é simples e rápido. As pessoas esperam muito dos crentes, os ímpios creem que o crente é imune ao erro, que o crente tem que ser um super homem; este pensamento muitas das vezes, está relacionado com as barreiras criadas pela mente dos ímpios, para justificar a sua não aceitação do evangelho, mas parafraseando as palavras do Apóstolo Paulo:"Fiz de tudo para ganhar alguns" (1 Co 09: 20-23), devemos nos esforçar e nos articular, em prol da pregação do evangelho.
      Seguindo o exemplo de Paulo, devemos agir com sabedoria para com os que estão de fora, medindo nossas palavras, mesmo na exposição do evangelho, claro que sem negar a verdade, mas sabendo temperar como com sal o que dizemos, pois sal demais é inconsumível  e sal de menos é insosso.
      Quando expomos o evangelho a alguém, devemos fazê-lo com um tom de amizade, cortesia e amor, nunca com tom de julgamento e condenação, nem mesmo Cristo condenou ninguém (Jo 03: 17); pois nosso dever é pregar a palavra, quem convence o Homem do pecado e do juízo é o Espírito Santo (Jo 16: 07-11), Deus pode nos limpar de toda imundícia (Is 01: 18); Deus transforma todas as coisas (2 Co 05: 17).
      Assim, quando formos falar do evangelho a quem está de fora, devemos ser amáveis e pacientes, pois uma alma não tem preço, há festa no céu, quando um pecador se arrepende (Lc 15: 07); quando ganhamos uma alma, alegramos o coração de Deus.
      Que possamos sempre ser valorosos ganhadores de almas, sábios, pacientes, amáveis, fiéis e verdadeiros, nunca negando a verdade, mas sabendo como expor a salvação de uma forma agradável e clara.

Pr Adriano Cunha
     
      

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Santíssima Trindade 2 Co 13: 13

A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém.



A trindade é a união de três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo, em uma só divindade. São pessoas distintas, mas coexistentes e partilhando, a mesma natureza.
      A palavra trindade, não aparece nas escrituras, mas a sua ideia, está presente nelas (Gn 01: 26; Mt 28: 19; 1 Co 12: 04-06; 2 Co 13: 14; Ef 03: 14-17; 04: 04-07; 2 Ts 02: 13-15; Hb 06; 04,05; 1 Jo 03: 23, 24; Ap 01: 04, 05). Mesmo no batismo (Mt 28: 19) a trindade se faz presente.
     O primeiro a utilizar o nome trindade, foi Tertuliano (200 dC), este termo só foi introduzido em algum credo da igreja, no 5º século (credo de Stº Atanásio), este credo sofreu grande influência de Stº Agostinho (De Trinitate 415 dC).
      O Homem também é um ser trino, corpo, alma e espírito (1 Ts 05: 23; Hb 04: 12; Tg 02: 26); mas é um só ser. Cada parte que compõe o Homem, tem uma função específica; enquanto o corpo, entra em contato com o mundo físico, a alma impulsiona o Homem, a suprir as necessidades do corpo (fome, sede...), já o espírito, liga o Homem ao mundo espiritual, sendo também a razão e a consciência. O espírito foi dado por Deus (1 Co 02: 10-16), e é imortal (Hb 06: 02; Mt 19: 16; Lc 16: 19-31).
      Compreender a trindade, ou seja, a coexistência de três pessoas em uma só divindade, não é mais complicado do que compreender a nossa própria natureza.
      Embora o Homem seja trino é apenas um; Deus também é trino e é apenas um (Jo 10: 30; 14: 09-11).
      Há coisas concernentes a Deus, que só saberemos com exatidão quando estivermos com Ele; mas o Espírito Santo, ilumina a nossa mente, por meio da fé, e nos faz aceitar os mistérios de Deus (Ap 10: 07).

Click aqui e veja o vídeo sobre este texto

Pr Adriano Cunha

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Filhos da luz Ef 05: 08

Pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor. Andai como filhos da luz.



Quando somos chamados por Deus para uma nova realidade, passamos por uma metamorfose espiritual e moral; nosso ser é modificado pela ação do Espírito Santo de Deus, sim, deixamos de ser trevas, ou seja, pessoas sem a compreensão de  Deus e de sua graça, e passamos a ser pessoas esclarecidas e conscientes, da realidade do mundo espiritual e suas implicações, éramos trevas, e fomos transformados em luz, pelo poder restaurador de Deus (2 Co 05: 17).
      Quando éramos trevas, estávamos bem adaptados a este mundo, porém Ele nos resgatou (Cl 01: 13); e quando nos deparamos com a realidade deste mundo, a realidade que em outrora não conseguíamos ver, constatamos que, o mundo está dominado pelo maligno (1 Jo 05: 19). Então, como agora filhos da luz, não há mais como se encaixar neste mundo de trevas, somos verdadeiros forasteiros neste mundo mal (1 Pe 02: 11), nossa pátria não é mais aqui, somos agora cidadãos dos céus  (Fl 03: 17-21).
      Devemos andar como filhos da luz, isso implica a não nos igualarmos a este mundo (Rm 12: 02); devemos ser agentes influenciadores e não nos adequar a este mundo; somos livres das mentiras do mundo, pois conhecemos a verdade (Jo 08: 32), nem o mundo, nem as trevas têm mais poder sobre nós, assim devemos andar na contra mão dos valores deste mundo, nadar contra a corrente das mentiras do diabo, que influenciam as pessoas que ainda estão em trevas, e estarmos prontos a resgatar a quantos for possível das trevas deste mundo (2 Tm 04: 01-05).
      Assim, como filhos da luz, devemos andar como tais, para que o mundo veja nossas boas obras, e glorifiquem a Deus, um filho da luz, sempre deve brilhar (Mt 05: 16).

Pr Adriano Cunha